Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Organizado pelo IBGC, fórum discutiu estratégias para impasses societários

A resolução de conflitos no mundo corporativo não é tarefa trivial e esse desafio não é diferente para os conselhos de administração. Especialista em mediação de conflitos na Mediare, Tania Almeida pontuou o diálogo coordenado e a confidencialidade como aspectos essenciais para uma negociação bem-sucedida. Ela participou de fórum sobre o tema promovido pelo IBGC na sexta-feira (5 de junho), em São Paulo.

Com moderação do presidente do conselho de administração do IBGC, Henrique Luz, o encontro discutiu possíveis cenários para a utilização da mediação para conflitos societários e de governança, envolvendo empresas, seus conselheiros e gestores.

Segundo Tania, utilizar a mediação significa manter partes em diálogo, o que abarca fatores como soluções customizadas, preservação das relações social, contratual e funcional, além de confidencialidade negociada.

Para a especialista, muitos interesses são negociados sob uma posição rígida. “Não negocie posições. Todas as ideias e interesses são legítimos, trabalhe pelo benefício mútuo”, recomendou. Também participou do encontro, o advogado, mediador e sócio da Trindade Sociedade de Advogados, Ricardo Castorri.

Para mais informações clique aqui